Empreiteira nega que tenha feito grilagem em MT

Outro lado

A empreiteira CR Almeida negou que tenha se beneficiado de suposta grilagem de terras em Mato Grosso, e disse que ainda não foi citada nas ações ajuizadas pela Procuradoria-Geral do Estado.

"Essas terras foram compradas em 1995 e tomamos todas as precauções para ter certeza da legalidade da documentação", afirmou à reportagem o advogado da empresa, Sandro Vicentini.

Disse também que Henrique do Rego Almeida se afastou da empresa há anos, e que hoje a CR Almeida não ocupa nenhuma das áreas.

Henrique defendeu a legalidade das compras. "Está tudo documentado, tudo certo." Ele afirmou que o repasse das áreas para Armando Santos de Almeida, a partir das pessoas físicas, foi legal.

A EcoRodovias afirmou que sua administração é dissociada da empreiteira, e que não tem relação com qualquer irregularidade que envolva a construtora.

Nenhum comentário: