MST provoca terrorismo no Pará

O mundo ficou chocado quando a televisão brasileira mostrou no dia 06 de outubro, a destruição de mais de 12 mil pés de laranja, em uma fazenda do interior de São Paulo, por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, o MST. Na época mais de 20 tratores, móveis e outros veículos foram destruídos ou pichados com o emblema do movimento, causando prejuízo superior a R$ 1 milhão, segundo levantamento da Polícia Militar paulista.

Nesta madrugada a ação não foi diferente em Eldorado dos Carajás, Sul do Pará, onde manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) cumpriram a promessa anunciada desde o início da semana, invadindo e destruindo casas de funcionários da Fazenda Maria Bonita, onde inclusive crianças encontravam-se dormindo, queimaram tratores e currais e agrediram funcionários que foram abrigados a deixar suas residências no meio da noite.

Agora pela manhã, o MST fechou a rodovia PA 150 na região, impedindo o trânsito na estrada e intensificando suas ações de terrorismo, o que permanece até o momento.

Vale destacar que a Agro Santa Barbara Xinguara, esta invadida desde 25 de julho de 2008 e mesmo a Justiça tendo concedido liminar de reintegração de posse, em agosto do ano passado, o mandato ainda não foi cumprido pelo Estado.

Nos últimos tempos os membros do MST, Movimento dos Trabalhadores sem Terra, têm cometido crimes de destruição de propriedades e pelas notícias que se tem não sofrem nenhuma punição.

O MST depreda e a sociedade é quem paga. O MST se firma de uma excrescência tão ignóbil, covarde, absurda, criminosa, terrorista e assassina, ameaçando o fim do Estado Democrático de Direito.

Outras invasões

O terrorimo dessa madrugada ocorreu também em um dos núcleos da Fazenda Rio Vermelho denominado Quamasa.

No local, aproximadamente 100 homens fortemente armados chegaram de caminhão, arrombando porteiras, correntes, cadeados, atirando, renderam os funcionários, mulheres e crianças, ameaçando-os de morte.

Na mesma ocasião atearam fogo no recinto de leilão da fazenda, rasgaram sacos de semente de milho que ali estava depositado, quebraram toda estrutura do recinto, viraram botijões de semem, retiraram os móveis dos funcionários de suas residências e depredaram todas as casas, quebrando janelas, pias de cozinha, pias e vasos sanitários dos banheiros. Unidos numa verdadeira ação terrorista.

Últimas notícias

Delegado Galrão está indo com a perícia para as fazendas destruídas pelo MST;

Delegado Alberone, que estava em Belém, já está chegando em Marabá;

A Secretaria de Segurança Pública esteve enviando ainda pouco, tropa de Belém para os locais;

A PA 150 continua fechada pelo MST;

A mídia já foi chamada para os locais;

A advogada do grupo Santa Barbara, Sra. Brenda, deixou recado nos celulares dos ouvidores agrários, que estão com o celular fora de área.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Sistema FAEPA/SENAR-AR/PA













3 comentários:

FALA SÉRIA disse...

ATENÇÃO:

Os proprietários de terras que a duras penas conseguiram alguma coisa no Brasil, com suor e muita dedicação ao trabalho, e na administração do seu negócio rural, precisam pedir "A RETIRADA DO LULA DO PODER E SUA TURMA" urgente, pois parece que vandalismos dessa natureza e por quem faz, FICA TUDOPOR ISSO MESMO E NÃO DÁ EM NADA.

E os aposentados?

Quando mais precisam do dinheiro para comprar seus remédios que são mais caros nessa fase da vida, os aposentados são esquecidos.

ESQUECER DE APOSENTADO É REGIME DE DITADURA COMUNISTA.

Já fiz um comentário exatamente dizendo isso aí, entre outros pontos, embora comentário pequeno, mas mostrei esse lado do fingimento dos parlamentares.

Não tem mais jeito.

Agora, é os aposentados chorarem e lastimarem.

Chora quem quer chorar, pois quem não quiser chorar deve formar uma frente de "RETIRADA DO LULA DO PODER" com a ajuda das Forças Armadas, pois legalmente não dá pra moralizar mais a administração do país que vive sob o manto dos FANTASMAS, MENSALÕES, CARTÕES DE CRÉDITO E DO APADRINHAMENTO NO GOVERNO, ALÉM DE SE AVIZINHAR A DITADURA DO LULA QUE , A CADA DIA, SE APROXIMA SOB AS ORIENTAÇÕES DO FIDEL E RAUL CASTRO.

A ditadura do Lula entra no Brasil, de vagarzinho, com colher de açúcar na boca dos brasileiros e o povo não está vendo.

Em breve deve vir as MARMITEX.

Distribuição de roupas já acontece, com a bolsa uniforme. E isso é DITADURA COMUNISTA.

Abra o ôlho Brasil.

Jovens de hoje, futuros escravos. Assim deu-se com os jovens cubanos, há 50 anos, nas unhas do Fidel Castro.

E Lula só tira nota 10 nas aulas do Ditador Fidel/Raul.

Se não forem varridos do poder os componentes dessa turma que faz alianças com ditadores comunistas, teremos o seguinte:

JOVENS DE HOJE, ESCRAVOS DE AMANHÃ.

Quaresma disse...

Esse movimento de animais irracionais, patrocinado pelo Lula, já se igualou às facções do tráfico no Rio de Janeiro. Mas essa faccção MST é bem fácil de exterminar do que os traficantes do Rio, já que, se bombardeassem os morros, muito inocente perderia a vida. No MST, soltar uma bomba no meio de cada movimento, exterminaria logo esse câncer mortal e tão nocivo à sociedade.

Anônimo disse...

Acho que exageram aqueles que pensam que o sapo barbudo ficará para sempre no comando, fazendo do país uma ditadura.
Ele será substituído no ano que vem e só mesmo muita burrice do povo brasileiro para colocar a arrogante Dilma no poder.
Não se pode esquecer que, se por um absurdo infinito, esta ditadura de esquerda realmente se implantar aqui, os Estados Unidos se livrariam dela da mesma forma que se livraram do Saddam Hussein.
Eles foram prá lá de Bagdá para pegar o sanguinário ditador e o petróleo de sua terra e não há o que os impediriam de, no quintal de sua casa, pegar a Dilma e seus aquartelados, mais o petróleo do pré-sal.
Quem os impediria ? Nossas combalidas Forças Armadas ?
Duvido. Têm muito soldado que não moveria uma só palha para defender Lula e Dilma. Já para defender a Nação, eles esboçariam uma reação e seriam varridos para valas abertas por tanques americanos e enterrados vivos, como o foram os iraquianos que defendiam Saddan.

Cedo ou tarde esta mamata de bolsa isso, bolsa aquilo irá acabar, como já esta acabando a paciência dos que pagam impostos. O país ficará inviável de se administrar se só tiver gente para mamar e ninguém para trabalhar....ou pagar impostos.
As Forças Armadas não retirarão Lula, nem o que vier a substituí-lo pois isto representaria um golpe de estado, acabando com o tal "estado de direito" que fingimos existir entre nós e também porque eles já sabem o que acontece com golpes dessa natureza.
Ocorre, como aconteceu, o enfraquecimento das forcas armadas.Elas não tiraram Collor e não retirarão Lula ou Dilma.
Resta a esperança que no próximo ano o povo saiba escolher melhor o seu principal governante e este faça por merecer a confiança nele depositada.
Todo o resto são visões e miragens de um pesadelo que se espera estar acabando.........