Temer promete apoio para votar proposta de reajuste aos aposentados

Terminou a reunião do presidente Michel Temer com representantes dos aposentados e pensionistas. Segundo o presidente da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap), Warley Martins Gonçalles, Temer confirmou que, se não houver acordo entre o governo e as centrais sindicais e a Cobap, ele colocará em votação no Plenário o PL 1/07, que concede aos aposentados que ganham acima do mínimo, o mesmo reajuste que é aplicado ao salário mínimo.

A reunião foi acompanhada pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e o senador Paulo Paim (PT-RS), autor da emenda que incluiu nessa proposta a possibilidade de reajuste salarial para os aposentados que recebem acima de um salário mínimo.

Na próxima segunda-feira o governo deverá apresentar uma proposta para a Cobap e as centrais sindicais sobre o reajuste dos aposentados e o fim do fator previdenciário, outra reivindicação da Cobap. O fim do fator previdenciário (PL 3299/08) tramita na Câmara, na Comissão de Finanças e Tributação, onde o relator é o deputado Pepe Vargas (PT-RS).

6 comentários:

Anônimo disse...

A unica decisão justa é dar aos aposentados o mesmo reajuste dado ao Salário Mínimo e isso depois de repor as perdas passadas. Todos deveriam receber o mesmo nº de Salários Mínimos que receberam ao se aposentar.
Eu estou recebendo menos de 5 SM e me aposentei com mais de 10 SM. Uma perda de 50% pelo menos.
Léo Fabiano Baur Reis (engº civil)

Val-André Mutran disse...

Léo.
Sinceramente não creio que o Governo fará esse pacote de bondades.
Sócom muita pressão, mobilização nacional e pressão contínua no Congresso; do contrário, o reajuste será uma "esmola", infelizmente.

Anônimo disse...

Caro Val-

Quem espera sempre alcança, pelo menos diz o ditado.
Já estou na espera desde 2006 .
Concordo com sr Léo.
Estou praticamente na mesma situação. A cada ano a coisa vai sumindo. O que nao some é a vergonha na cara desses senhores engravatados que circulam no Senado e no Congresso.

Antenor Giovannini - administrador aposentado e morador em Santarém

Anônimo disse...

ESTE GOVERNO SE ORGULHA E SE ENVAIDECE
DE TER EMPRESTADO DINHEIRO AO FMI,
DE TER PERDOADO A DÍVIDA DOS PAÍSES AFRICANOS,
MAS SE ESQUECE DE REMUNERAR DIGNAMENTE
SEUS APOSENTADOS E PENSIONISTAS.
ESSE GOVERNO PRECISA LEMBRAR-SE
QUE QUEM GANHA MAIS DE UM SALÁRIO MÍNIMO
TAMBEM É BRASILEIRO E VOTA.

SE SOMOS DISCRIMINADOS, VAMOS À LUTA!!!

Anônimo disse...

Gostaria de entender como o Legislativo chegou a tal situação humilhante. Ser capacho do Executivo. Dinheiro, rabo preso, falta de identidade! São 512 deputados e o Temer a se submeter aos desejos de semi-alfabetizado, garganta e vigarista(e por isso simpático talvez).A "fria" em que os brasileiros entraram é digno de registro no livro de recordes mundiais.

Anônimo disse...

Gostaria de saber até quando LULA é tão forte assim, para não reajustar dignamente os aposentados que ganham acima do mínimo, pois o ARROCHO SALARIAL é evidente.